Home2021-09-15T07:41:57-03:00

Notícias

Confira mais notícias

Entrevistas

2021-09-20T12:51:09-03:00
2021-09-10T15:43:37-03:00
Confira mais entrevistas

Podcast

Confira mais Podcasts

Colunistas

CUSCUZERIA

Brazil Iron deve investir R$ 1,2 bi em estrutura ferroviária na Bahia

A Brazil Iron Mineração Ltda, que possui um projeto de mineração de ferro em Piatã e em Abaíra, na Chapada Diamantina,  solicitou permissão ao Ministério da Infraestrutura (Minfra) para implantar uma ferrovia e um terminal ferroviário privado. É o primeiro pedido de um empreendimento localizado na Bahia, com base no novo instrumento de autorização ferroviária. O projeto prevê 120 quilômetros de trilhos, com conexão à Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e futuramente à Ferrovia Centro-Atlântica (FCA). A companhia se propõe a investir R$ 1,2 bilhão na construção de 120 quilômetros de novos trilhos e a implantação do terminal. O Marco Legal das Ferrovias, criado pela Medida Provisória 1.065/2021, também avança no Congresso Nacional, após a aprovação pelo Senado Federal do PLS 261/18. O texto agora será analisado pela Câmara dos Deputados. Caso aprovado sem mudanças pelos deputados, a tramitação se conclui e o projeto será sancionado pelo presidente da República, virando lei. De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o volume de investimentos viabilizados a partir do novo marco das ferrovias, que permite a liberação de autorizações de investimentos, já superou as expectativas iniciais.

Porto de Fortaleza confirma parceria com a Argentina para elevar movimentação de cargas

O Porto de Fortaleza confirmou uma parceria com o governo da Argentina para oferecer os serviços de movimentação de carga através do terminal no Ceará. A informação foi confirmada pela Companhia Docas do Ceará (CDC), administradora do terminal na capital cearense, que assinou um memorando de entendimento com o embaixador da Argentina, Daniel Scioli. O documento ainda contou com a assinatura da diretora-presidente da CDC, Mayhara Chaves, e do chefe da Seção Econômica e Comercial da Argentina, Rodrigo Bardoneschi, e o cônsul-adjunto em Recife, Patrício Kingsland. A parceria deverá focar na oferta de melhores condições às empresas argentinas em movimentar cargas por meio da Companhia Docas do Ceará e tem a vigência de dois anos. (DN)

Laboratório Marcelo Magalhães é adquirido por mais de R$ 384 milhões

O Grupo Fleury amplia a sua atuação em Pernambuco com a aquisição do Laboratório Marcelo Magalhães, em uma transação que pode chegar ao valor de R$ 384,5 milhões. A negociação faz parte do plano de expansão da companhia no Nordeste, já que ela investiu nos últimos cinco anos o valor inorgânico total de R$ 689 milhões na região com a aquisição de cinco empresas, que representam 50 unidades de atendimento adicionais e mais de R$ 260 milhões em receita por ano. A receita bruta do Laboratório Marcelo Magalhães, que tem 64 anos de história e atua por mais de 13 unidades e serviço de atendimento móvel na Região Metropolitana do Recife, foi de R$ 114 milhões para os últimos 12 meses encerrados em 31 de julho de 2021. Já o valor de avaliação da marca é de R$ 384,5 milhões.
Com a aquisição, o Grupo Fleury amplia a sua capilaridade de atuação em Pernambuco para 31 unidades de atendimento na Região Metropolitana do Recife, onde a empresa já atua com exames de análises clínicas e imagem, por meio das marcas a+ Medicina Diagnóstica e Diagmax. A expectativa é que, com o fortalecimento da presença no estado, a companhia implemente, a partir de 2022, a oferta de soluções aos seus clientes com serviços integrados que complementam a jornada de cuidado à saúde. “A união do Laboratório Marcelo Magalhães ao Grupo Fleury reforça nossa presença no Nordeste, acelerando nossa estratégia de crescimento. As pessoas buscam cada vez mais ter respostas para suas diferentes necessidades de saúde em marcas de confiança. Hoje o Grupo já é reconhecido pela qualidade em medicina diagnóstica, atua em todo o país com telemedicina, e vem construindo novos serviços em diferentes especialidades”, afirma a presidente do Grupo Fleury, Jeane Tsutsui.
Mesmo com a aquisição, a marca Laboratório Marcelo Magalhães será mantida. “Ficamos felizes em fazer esta união com o Grupo Fleury, pois sabemos que a excelência e a ética médica são valores fortes de ambas as casas. Teremos satisfação em ver sempre o crescimento do Laboratório Marcelo Magalhães”, manifesta o Comitê de Acionistas do Laboratório Marcelo Magalhães.

Nordeste
O Grupo Fleury já tinha adquirido outra marca pernambucana, a Diagmax. Aquisição que se junta a outras no fortalecimento da expansão pelo Nordeste: Inlab no Maranhão, Centro de Patologia Clínica (CPC) e Instituto de Radiologia (IR), ambos no Rio Grande do Norte. Essas empresas adicionaram, juntas, 37 unidades de atendimento e mais de R$ 150 milhões em receita por ano. Com a nova aquisição do Laboratório Marcelo Magalhães, a companhia passará a contar com 71 unidades de atendimento nos estados do Nordeste. [D.P.]

Crescimento de mais de 129% leva Alagoas ao 2º lugar em investimentos entre os estados do país

Com aumento de 129,3%, Alagoas é o segundo Estado do Brasil que mais cresceu em investimentos em 2021, em comparação com o ano passado. Enquanto seis Estados registraram queda e outros sete cresceram menos de 11%, Alagoas ficou imediatamente à frente do Maranhão no ranking encabeçado por Goiás – únicos três com aumento de mais de 100%. Os dados foram levantados pelo jornal Valor Econômico, a partir dos relatórios fiscais entregues pelos Estados à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia, e comparam os períodos de janeiro a agosto de 2020 e de 2021.

“Neste período, o Governo de Alagoas liquidou R$ 666,3 milhões em investimentos, com alta de 129,3% em relação a iguais meses de 2020. O Estado deve atingir R$ 2 bilhões neste ano, dobrando o que foi feito no ano passado. Para o próximo ano, devem ser investidos outros R$ 2 bilhões”, afirma o secretário de Estado da Fazenda de Alagoas, George Santoro. (T1)

Sergipe é o oitavo estado do país que mais investe na economia

O governador Belivaldo Chagas (PSB) anuncia em suas redes sociais que Sergipe é o 8º Estado do país que mais investe na economia! “Além de cuidar da nossa estrutura de Saúde, essencial nesta pandemia, nosso governo não parou de investir para o desenvolvimento dos nossos negócios, para acelerar a geração de emprego e renda para a população”, disse Belivaldo.

Segundo o Jornal Valor Econômico, em relação ao mesmo período do ano passado (janeiro a agosto), Sergipe aumentou em 69,3% os investimentos, 8° maior aumento relativo dentre os estados e o DF, num valor total de R$ 190,4 milhões em recursos.

Somente através do Avança Sergipe, foram mais de R$ 2,3 bilhões investidos desde outubro de 2020, garantindo que o estado não parasse durante todo o difícil período da pandemia.  (F)

Projeção da safra de grãos 2021/2022

A Companhia Nacional de Abastecimento divulgou projeção para a safra 2021/2022. Segundo o levantamento, o Ceará deve obter 653,6 mil toneladas de grãos na próxima colheita, volume 10,1% maior que as 593,5 mil toneladas da safra 2020/2021. A variação é a terceira maior do Nordeste, atrás somente do Piauí, que deve atingir crescimento de 10,7%, totalizando 5,5 milhões de toneladas, e da Paraíba, que deve obter alta de 15,8%, alcançando 93 mil toneladas. O Nordeste deve atingir 24,4 milhões de toneladas de grãos produzidos na safra 2021/2022, o que representa um aumento de 3,5%. (DN)

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI

Siga-nos no Instagram

FALE CONOSCO

FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOSSAS NOVIDADES

    Ir ao Topo