Cuscuzeria

Cuscuzeria2022-03-12T15:53:34-03:00

Indústria de telhas que geram energia vai iniciar obras em Quixadá, CE

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

Com investimento de R$ 15 milhões e previsão de gerar 100 empregos, a nova indústria de telhas de plástico da Telite no Ceará começa a sair do papel em junho. No dia 30 do próximo mês, será lançada a pedra fundamental do empreendimento, chamado de Telite X Solar, em Quixadá. Com o acréscimo do grafeno, essas telhas poderão gerar energia elétrica a partir da luz do sol, semelhante ao que ocorre com painéis fotovoltaicos. O plástico a ser usado nas telhas será 100% reciclado, o que deve gerar demanda e renda para recicladores da região. Leonardo Retto, CEO da empresa, afirma que a Telite e a UFC de Quixadá firmarão parceria para um projeto de inovação que envolverá o desenvolvimento de um sistema de gestão de agendamento para coleta de resíduos recicláveis.

Amazon lança entregas em até um dia para 10 cidades do Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

O serviço da Amazon de entrega de produtos em até um dia útil chegou ao Ceará, Pernambuco e ao Rio Grande do  Norte, informou a gigante do e-commerce. A entrega em até um dia não tem valor mínimo e é destinada a clientes Amazon Prime. Em todo o País, o serviço, lançado em 2021, foi expandido para mais 100 cidades. Além do Ceará, os estados beneficiados são Pernambuco, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e São Paulo. Já a entrega no mesmo dia está disponível apenas em São Paulo (capital),  Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Barueri, Osasco e Guarulhos.

A empresa possui um Centro de Distribuição (CD) no Ceará, localizado em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. O empreendimento foi inaugurado no ano passado. No total, a Amazon possui 12 CDs no Brasil, distribuídos, além do Ceará, em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal. Esses galpões logísticos geram quase 9 mil empregos.

RN fecha primeiro trimestre do ano com saldo negativo de empregos

Por Redação
Para Tribuna do Norte

O Rio Grande do Norte fechou o mês de março e o primeiro trimestre deste ano com saldo negativo na criação de empregos formais. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que 1.069 postos de trabalho foram eliminados em solo potiguar no terceiro mês do ano. O acumulado em 2022 também segue a mesma tendência, com saldo negativo de 2.157 empregos. Os números foram divulgados na última sexta-feira pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O indicador  é resultado da diferença entre 14.501 admissões e 15.570 desligamentos, sendo o segundo mês que o estado fecha no negativo este ano, além de janeiro. Para efeito de comparação, o cenário é pior do que no mesmo período do ano passado, quando, mesmo em meio ao que foi considerado o ápice da pandemia da Covid-19, o estado conseguiu fechar o terceiro mês de 2021 com saldo positivo de 1.218 empregos formais (16.701 contratações e 15.483 desligamentos). Entre os estados do Nordeste, além do RN, apenas Pernambuco, Sergipe e Alagoas registraram saldos negativos.

O patamar negativo se deu, em grande parte, pelo desempenho do trabalho na agropecuária. O número de desligamentos na área (2.371) foi dez vezes maior do que de contratações (225), o que acarretou num saldo negativo de 2.146 postos de trabalho a menos somente no setor. O quadro no agro potiguar repete-se como uma tendência nacional, com o cenário negativo sendo registrado nas cinco regiões do país.

Setor produtivo do Ceará se une e cobra Enel por “alternativa” após super aumento na energia

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

Em um manifesto assinado por importantes entidades empresariais da indústria, comércio e agropecuária do Ceará, os setores cobram da Enel “uma alternativa que reduza o impacto para o setor produtivo e a sociedade em geral”, após o reajuste médio de quase 25% na conta de energia vigente desde o último dia 22. As entidades ressaltam que o reajuste implicaria diretamente na perda de competitividade em relação aos demais estados, “em virtude dos elevados custos de produção com energia, gerando forte impacto na economia cearense”. Os setores solicitam maior flexibilidade da Enel na aplicação do reajuste e citam que o super aumento no Ceará supera o de outros estados nordestinos. Na Bahia, por exemplo, a alta é de 21,13%; no Rio Grande do Norte, 20,36% e em Sergipe, 16,24%. Assinam o documento entidades de forte representatividade econômica, como a Fiec (Federação das Indústrias), a Fecomércio (Federação do Comércio), o Sindilojas, a FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas), o Sebrae-CE, a Faec (Federação da Agricultura e Pecuária), entre outras.

Irauçuba receberá nova indústria calçadista; 350 empregos previstos

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

O município de Irauçuba, no norte do Estado, receberá uma nova unidade industrial da Paquetá Calçados. A Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) assinou convênio com a Prefeitura de Irauçuba para a construção de um galpão industrial de mais de 2 mil m² e infraestrutura básica para abrigar o empreendimento calçadista. A previsão é que a nova fábrica gere 350 empregos diretos. Serão investidos, no total, R$ 11 milhões. O investimento inicial será de R$ 3 milhões, com recursos da própria Adece e contrapartida financeira da prefeitura. Já a empresa privada deve aportar R$ 8 milhões. Informações do Núcleo de Inteligência da Adece apontam que os investimentos projetados deverão gerar um impacto de quase R$ 7,6 milhões no PIB do Estado.

Destino Alagoas vai receber voos fretados de Brasília e Belo Horizonte em julho

Por Cecília Tavares
Para Sedetur AL

O Governo de Alagoas conquistou dois novos voos fretados para o Estado durante o mês de julho. Os voos partem de Brasília e Belo Horizonte em uma parceria firmada com a operadora Promo Viagens, que foi fechada durante a 8ª edição da WTM Latin America. “O saldo da WTM Latin America foi extremamente positivo para Alagoas. Já garantimos mais dois voos para o Estado durante o mês das férias de julho, com saídas de mercados emissores importantes, e estamos agora na expectativa de voltar a operar o voo direto de Buenos Aires, o nosso mais importante mercado emissor internacional”, comemora o superintendente de Turismo da Sedetur/AL, Paulo Kugelmas.

O espaço do Destino Alagoas na WTM apresentou ao público os principais atrativos das sete regiões turísticas do estado: Maceió, Costa dos Corais, Agreste, Caatinga; Lagoas, Mares e Rios do Sul; Cânions do São Francisco e Região dos Quilombos. Durante a Feira, os empresários da rede hoteleira e de receptivos de Alagoas também aproveitaram a oportunidade de participar de rodadas de negócios, apresentando seus serviços e estrutura diretamente aos principais buyers do mercado.

Retomada Segura

A retomada segura e gradual do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial. No total, onze municípios alagoanos já foram contemplados com a certificação internacional – Pilar, Penedo, Maragogi, Porto de Pedras, Piranhas, Japaratinga, Delmiro Gouveia, Marechal Deodoro, Roteiro, Passo de Camaragibe e Maceió. O Estado também registra cerca de 2.069 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo, ocupando o primeiro lugar do Nordeste em emissão de selo.

Inflação de Fortaleza em março é a maior para o mês desde 1994

Por Redação
Para Diário do Nordeste

A pressão inflacionária em Fortaleza continuou forte em março. A variação mensal foi de 1,69%, a maior para o mês em 28 anos, desde 1994. O resultado também foi o segundo maior do País, de acordo com dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados nesta sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as capitais analisadas pelo instituto, a alta ficou atrás apenas de Curitiba, que teve variação de 2,40% em março. O índice variou 1,62% nacionalmente no mês passado.

Azul fará voos de Fortaleza a Sobral a partir de junho

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

A Azul começará a operar voos entre Fortaleza e Sobral a partir de junho, revelou o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho. A frequência, segundo ele, será realizada com aviões ATR (bimotores de médio porte). “Ainda não temos negociações com outras companhias, mas depois que fecha uma, as outras vêm. Foi assim com Jeri, com Juazeiro, e todas (Gol, Latam e Azul) estão nesses dois terminais”, disse. A Azul informou que “está sempre atenta a novas possibilidades de negócios e incremento em sua malha, mas, no momento, não há previsão de incremento em nossa operação no Estado do Ceará”.

Usina de urânio: Consórcio Santa Quitéria fecha parceria com Observatório da Indústria

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

O Consórcio Santa Quitéria, responsável pelo projeto da usina de urânio e fosfato no Ceará, fechou parceria com o Observatório da Indústria, da Fiec. O objetivo é coletar dados e análises sobre a realidade da região em que será construído o empreendimento mineroindustrial, o que deverá ajudar as partes a traçar um plano para o desenvolvimento econômico e social da área. O Observatório já iniciou os estudos e montou um agenda de encontros com membros do Consórcio, formado pela Galvani e a INB (Indústrias Nucleares do Brasil) para apresentação das descobertas.

“Há uma grande gama de benefícios nessa parceria. A informação que o Observatório passará para o Consórcio deve subsidiar a sua tomada de decisão para investimentos, identificando as empresas que, por exemplo, podem passar por um processo de fornecimento ao mesmo, ampliando a geração de renda na região”, comenta o Diretor de Inovação e Tecnologia e líder do Observatório da Indústria, Sampaio Filho. O projeto de Santa Quitéria recentemente obteve o aceite do Ibama, que permite a sucessão de novas etapas.

Em Alagoas, 59% consideram governo Bolsonaro ruim ou péssimo

Por Gustavo Maia
Para Veja

O resultado de uma pesquisa contratada pelo MDB de Alagoas apontou a alta rejeição ao presidente Jair Bolsonaro no estado nordestino, reduto do senador Renan Calheiros, um de seus principais opositores no Congresso. Dentre os entrevistados pelo instituto Ibrape, 59% avaliam que o governo Bolsonaro é ruim ou péssimo, enquanto 28% acham a gestão boa ou ótima. Em outra pergunta, 63% responderam que desaprovam a maneira como o presidente vem governando o Brasil, e 35% que aprovam. Na simulação da disputa presidencial, ele ficou com 22% das intenções de voto, atrás de Lula, com 55%. O levantamento também avaliou a percepção do governo de Renan Filho no estado, considerado bom ou ótimo por 66% dos entrevistados. Apenas 15% responderam que acham  a gestão ruim ou péssima. O índice de aprovação do governador é ainda maior: 78%, contra 19% de desaprovação. Foram ouvidas 1.992 pessoas entre 16 a 19 de março. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE com o número AL-03385/2022.

Mulheres representaram apenas 36% das contratações formais de 2021 no Ceará

Por Heloísa Vasconcellos
Para Diário do Nordeste

O mercado de trabalho cearense ainda não tem uma divisão entre gêneros igualitária. A pandemia, inclusive, acentuou a disparidade entre gêneros, tanto no que diz respeito à questão salarial como em contratações e demissões. De acordo com estudo do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apenas 36% das contratações formais de 2021 foram de mulheres.

Ao todo, 179.716 mulheres foram admitidas, ao passo que o sexo masculino acumulou 312.853 admissões. Em contraponto, mulheres foram menos demitidas do que homens em 2021, ficando o saldo de emprego em 34.812 para o sexo feminino (42,7%) e de 46.648 para homens (57,3%).  Mesmo que ainda seja desigual, a situação do ano passado é melhor que a de 2020, quando o saldo de empregos ficou negativo para o sexo feminino.

Cidades nordestinas vão ganhar internet grátis

Por Humberto Júnior
Para PB Agora

Dezesseis cidades do Nordeste estão sendo contempladas com internet grátis em praças públicas. Trata-se do projeto Nordeste Conectado, que vai disponibilizar WiFi da Linktel, através do Ministério das Comunicações, financiado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). De acordo com a operadora, até dezembro de 2022, todas as cidades devem ter recebido os pontos em praças públicas. O presidente da Linktel, Jonas Trunk, afirma que o objetivo da iniciativa é democratizar o acesso à internet. “São importantes cidades e polos industriais do interior nordestino que estão em pleno desenvolvimento e que, com essa ação, possamos contribuir com a educação da população”, frisou.

Confira as cidades contempladas:

Alagoas: Maceió
Bahia: Feira de Santana, Juazeiro e Paulo Afonso
Ceará: Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte e Quixadá
Paraíba: Campina Grande
Pernambuco: Caruaru, Petrolina, Serra Talhada e Vitória de Santo Antão
Piauí: Parnaíba
Rio Grande do Norte: Caicó e Mossoró.

São Luís registra maior índice de inflação entre as capitais no mês de fevereiro, segundo IBGE

Por Aquiles Emir
Para Maranhão Hoje

A inflação registrou alta de 1,01% em fevereiro de 2022, sendo essa a maior variação para um mês de fevereiro desde 2015 (1,22%). O índice ficou 0,47 ponto percentual acima do registrado em janeiro (0,54%) e, no ano, acumula alta de 1,56%. Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta sexta-feira (11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 12 meses, o IPCA acumula alta de 10,54%.

No que diz respeito aos índices regionais, todas as áreas pesquisadas tiveram alta de preços em fevereiro. O menor resultado foi observado na região metropolitana de Porto Alegre (0,40%), em função da queda nos preços da gasolina (-4,33%). A maior variação, por sua vez, ficou com o município de São Luís (1,35%), principalmente por conta das altas dos cursos regulares (7,67%) e dos itens de higiene pessoal (2,27%). Os principais impactos vieram da Educação (5,61%) e da Alimentação e Bebidas (1,28%).

Turismo de eventos: Centro de Convenções de Teresina foi reinaugurado neste sábado

Por Piauí Negócios

Foi inaugurada neste último sábado, 12, a reforma do Centro de Convenções de Teresina. O local vai impulsionar o turismo de negócios  e eventos da capital e poderá receber cerca de 8 mil pessoas simultaneamente. O investimento na obra, iniciada em 2008, foi de R$ 10 milhões. O Centro de Convenções contará também com um teatro na parte interna, com capacidade para 1.280 pessoas sentadas, e será o maior do Piauí. Além do teatro, o local terá três auditórios menores, um restaurante, dois pavilhões grandes (um térreo e outro superior) e salão nobre, onde também funcionará a sede da Setur. Na parte externa, haverá um estacionamento com capacidade para mais de 300 veículos.

Vendas do varejo ampliado na BA crescem puxadas por automóveis

Por Bahia Econômica

Em janeiro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado baiano cresceu frente ao mês anterior, na série livre de influências sazonais (4,1%). Foi um resultado bem superior ao nacional (-0,3%) e o 2o melhor entre os 27 estados, abaixo apenas do registrado em Sergipe (6,1%). Frente ao mesmo mês do ano anterior, as vendas do varejo ampliado na Bahia também tiveram alta em janeiro (4,4%), mostrando um resultado acima do nacional (-1,5%).

Por sua vez, nos 12 meses encerrados em janeiro, as vendas do varejo ampliado na Bahia acumulam crescimento de 8,2%, acima do verificado no país como um todo (4,6%). O varejo ampliado engloba, além do varejo restrito, as vendas de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, para as quais não se consegue separar claramente o que é varejo do que é atacado. No confronto com janeiro de 2021, as vendas de veículos na Bahia tiveram forte alta (49,6%), acumulando crescimento de 50,6% no acumulado em 12 meses. Já o comércio de material de construção teve queda no primeiro mês de 2022 (-14,3%) e mostra recuo de 12,2% no acumulado em 12 meses.

Ir ao Topo