Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
19 de julho de 2024 06:09

Disputa acirrada por cargos no Banco do Nordeste

Disputa acirrada por cargos no Banco do Nordeste

Após a posse do ex-governador de Pernambuco, Paulo Câmara, como presidente do Banco do Nordeste (BNB), a disputa agora é acirrada entre deputados federais pelo poder de indicação das principais diretorias da instituição. A informação é do Diário do Nordeste (Ceará).

De acordo com o colunista Inácio Aguiar, os salários de cada diretor podem chegar a até R$ 50 mil mensais, acrescidos de bônus anuais, conforme os resultados alcançados pelo BNB. Mas a disputa mesmo é política.

O Banco do Nordeste é um dos principais agentes de fomento de projetos para o desenvolvimento na região. Por isso, suas ações de crédito e financiamento de obras tornam-se ativo político importante nas diferentes bases eleitorais dos deputados eleitos em todo o Nordeste. Entre eles, parlamentares cearenses, conforme noticiou a coluna do Diário do Nordeste.

A expectativa é que os cargos da diretoria atual do Banco sejam usados como moeda do governo Lula para a troca de apoio no Congresso Nacional, frente a votações prioritárias:

Os atuais diretores do BNB, além do presidente executivo, são:

Diretoria de Negócios: Anderson Possa

Diretoria de Planejamento: Paulo Ricardo Pena de Sousa

Diretoria de Administração: Haroldo Maia Júnior

Diretoria de Controle e Risco: Lourival Nery dos Santos

Diretoria Financeira e de Crédito: Luiz Abel Amorim de Andrade

Diretoria de Ativos de Terceiros: Thiago Alves Nogueira.

Banco do Nordeste, no centro da disputa política por apoio no Congresso Nacional. Foto: Divulgação.
Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

ademi-bahia
Sebrae Alagoas promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável de micro e pequenas empresas | Foto: Reprodução
sede-santander-1
Bilionarios-Nordestinos
polo RN
hospital
Corrente de comércio exterior nordestina atingiu US$ 24,97 bilhões no primeiro semestre de 2024 | Foto: Reprodução
bnb_infra
Ciclo do ouro impulsiona mineração sustentável e geração de empregos | Foto: Reprodução
Maceió, capital de Alagoas - Foto: Legacy600

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }