Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
21 de julho de 2024 10:21

Hapvida e Intermédica se unem e formam gigante da saúde

Hapvida e Intermédica se unem e formam gigante da saúde

Empresa será o maior plano de saúde do hemisfério sul, com 15 milhões de clientes
Hapvida conclui processo de fusão com Intermédica

 

Por Victor Ximenes
Para Diário do Nordeste

O Sistema Hapvida e o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) concluem nesta sexta-feira (11) a fusão dos negócios e formam, a partir de agora, a maior empresa de saúde suplementar do hemisfério sul, com 15 milhões de beneficiários, 60 mil colaboradores e uma rede de 7 mil leitos de atendimento.

A combinação dos negócios foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sem restrições, no início deste ano.

Para Irlau Machado Filho, presidente da Notre Dame Intermédica, a fusão é um marco para a saúde suplementar do País. “Saúde para valer tem de ser do tamanho do Brasil: unida, inteira, presente na vida das pessoas. As duas companhias juntas formam um divisor de águas na história da medicina no país, dando um impulso inédito para a promoção de saúde inovadora e eficiente por um preço acessível”.

Nos próximos anos, a fusão deve gerar ganhos de sinergia de R$ 1,38 bilhão de Ebitda. O valor decorre do resultado previsto de redução de custos, otimização de despesas e aumento de receitas com a agregação das atividades das duas companhias.

Na Bolsa de Valores (B3), a partir do dia 14 de fevereiro, o papel das duas empresas combinadas passará a ser negociado com o código HAPV3. No dia 16, cada acionista da Intermédica receberá 5,2436 ações da Hapvida por cada papel da Notre Dame que detenha.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

ademi-bahia
Sebrae Alagoas promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável de micro e pequenas empresas | Foto: Reprodução
sede-santander-1
Bilionarios-Nordestinos
polo RN
hospital
Corrente de comércio exterior nordestina atingiu US$ 24,97 bilhões no primeiro semestre de 2024 | Foto: Reprodução
bnb_infra
Ciclo do ouro impulsiona mineração sustentável e geração de empregos | Foto: Reprodução
Maceió, capital de Alagoas - Foto: Legacy600

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }