Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
29 de fevereiro de 2024 12:53

Águas do Nordeste inicia operações em Santa Rita e investirá R$ 260 milhões em obras de abastecimento e esgotamento sanitário

Águas do Nordeste inicia operações em Santa Rita e investirá R$ 260 milhões em obras de abastecimento e esgotamento sanitário

A transição ocorreu na sede da Cagepa com diretores das duas empresas

Por Paraíba Total

Desde o dia 12 de maio a empresa Águas do Nordeste (ANE), pertencente ao Grupo Lara,  iniciou suas operações no município de Santa Rita (PB). A concorrência pública para o fornecimento de água potável e esgotamento sanitário ocorreu em 2019, na qual a empresa ANE venceu a licitação e investirá o valor de R$ 260 milhões durante o período de 30 anos.

O contrato entre a ANE e a Prefeitura de Santa Rita prevê a construção, operação e manutenção das unidades integrantes dos sistemas físicos, operacionais e gerenciais de produção, além da distribuição e coleta de água e tratamento e disposição final de esgoto.

A ANE faz parte do Grupo Lara, empresa nacional e especializada em gestão de aterro sanitário, geração de energia e saneamento de água e de esgoto. Com sede em Mauá (SP), tem mais de 30 anos de atuação e aproximadamente 1.000 funcionários. São nove empresas em seu portfólio espalhadas em várias regiões brasileiras, como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Paraíba.

O Grupo também tem presença na Índia com a Antony Lara, especializada em soluções de gerenciamento de resíduos. “Estamos muito felizes em começar a trabalhar para a população de Santa Rita, sabemos como é importante a entrega de um serviço de qualidade e de excelência no saneamento básico. Além disso, nosso contrato prevê metas desafiadoras e garante à população reais possibilidades de melhoria na qualidade de vida de todos”, afirma Daniel Sindicic, CEO do Grupo Lara.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada R$ 1 investido em saneamento básico são economizados R$ 4 em gastos com o sistema de saúde pública. Como definido pelo contrato de concessão e, posteriormente, pelo Marco Legal do Saneamento, até 2033 todo o município de Santa Rita, incluindo a zona rural concedida, contará com o atendimento mínimo de 90% de coleta e tratamento do efluente gerado na cidade.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

agencia do bnb no bairro passaré - fortaleza - ceara
conectarecife
OIP
The landscape of Caatinga in Brazil
2021-04-23-general-salgado-5-1
Reprodução
Reprodução
Reprodução
B3 | Reprodução
Maceió

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }