Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
21 de fevereiro de 2024 19:08

EXCLUSIVO: Alagoas abre novas fronteiras para investimentos em hotelaria

EXCLUSIVO: Alagoas abre novas fronteiras para investimentos em hotelaria

Praia de Carro Quebrado passará a ter 1.500 apartamentos para turistas na Costa dos Corais

 

Por Danielle Santoro
Para Investindo Por Aí

 

Ao lado das previsões mais otimistas para o crescimento do turismo no Nordeste brasileiro, Alagoas confirma investimentos privados para a expansão de sua infraestrutura hoteleira. Como o Investindo por Aí apurou na primeira reportagem da série sobre turismo publicada na última semana, a região está à frente dos principais projetos de investidores que apostam no aumento da demanda por viagens no mercado doméstico. Ainda no auge da pandemia de Covid-19, Alagoas tornou-se um exemplo concreto das oportunidades do pleno desenvolvimento turístico.

A 37 quilômetros da capital Maceió, o município de Barra de Santo Antônio não mais abrigará uma praia deserta, a de Carro Quebrado, conhecida dos turistas pelo cenário paradisíaco ainda inexplorado. Dois grandes investimentos hoteleiros, das bandeiras Ritz e Vila Galé, foram anunciados para o local, somando juntos, pelo menos, 1.500 quartos, além de espaços para eventos.

O município fica localizado na Costa dos Corais, uma região que soma, aproximadamente, 100 quilômetros de extensão de praias praticamente intocadas e piscinas naturais. O nome da região, no litoral norte de Alagoas, está associado à presença da segunda maior barreira de corais do mundo, com 135 quilômetros de extensão e 440 mil hectares distribuídos entre 11 municípios – atrás apenas da Grande Barreira de Corais, no estado australiano de Queensland. Desde 1997, é a maior unidade de conservação federal marinha do Brasil. A praia de Carro Quebrado combina a paisagem do mar com falésias de areia e coqueirais.

O primeiro investimento a ser inaugurado ainda em 2022 será o resort Vila Galé Alagoas, com sistema all inclusive. O hotel já abriu reservas para os 513 apartamentos em construção, com hóspedes chegando a partir de julho do próximo ano para ocupar os 1,1 mil leitos. Com esse investimento, o grupo português ampliará para 8,5 mil o número de quartos geridos nos 11 empreendimentos instalados no Brasil, de um total de 38 da rede (27 em Portugal). Com R$ 150 milhões investidos no local, o Vila Galé passará a ofertar a primeira infraestrutura integrada de apartamentos, restaurantes (ao todo, serão oito), spa e salas de convenção com capacidade para 1.500 pessoas no município. O empreendimento faz do grupo português o maior operador de resorts do Brasil, ao complementar 20 anos de atuação no país em 2021. O primeiro investimento do grupo foi em Fortaleza. Dos 11 hotéis instalados no Brasil (incluindo o de Alagoas que ainda não foi inaugurado), oito ficam no Nordeste.

A empresa também já anunciou que o novo resort em Alagoas terá um parque aquático e que sua disposição arquitetônica tem semelhanças com outros empreendimentos do grupo no Rio Grande do Norte (Vila Galé Touros) e no Ceará (Vila Galé Cumbuco). Assim como nos demais investimentos da rede, o foco do investimento do Vila Galé em Barra de Santo Antônio é o turista brasileiro, proveniente dos principais mercados emissores domésticos, como São Paulo, além dos turistas argentinos.

 

Infraestrutura local

Além do potencial turístico natural em Alagoas, o grupo português foi convencido a aportar em Alagoas pelos investimentos públicos em infraestrutura de acesso à Costa dos Corais. A chegada à praia de Carro Quebrado ainda é por estrada de chão, o que ilustra o ambiente rústico ocupado por jipes de empresas de receptivo turístico que oferecem passeios rápidos pela praia. Há dez anos, a praia só podia ser acessada por balsa. Para chegar à entrada do município, no entanto, o governo do estado de Alagoas investe na duplicação da rodovia duplicação da AL 101 Norte.

Anunciada em 2021, a obra é o maior contrato executado pelo governo, estimada em R$ 265 milhões. A rodovia duplicada também permitirá mais agilidade entre o aeroporto de Maceió e os destinos turísticos do litoral norte. A previsão de conclusão do trecho entre Maceió e Barra de Santo Antônio coincidirá com a inauguração do Vila Galé. A Via Expressa, como o trecho foi batizado, contará com 28 quilômetros de extensão. A obra passará por trás da falésias, permitindo vista para o mar, ciclovia e paisagismo ao longo da orla. Além da Via Expressa, um conjunto bem mais amplo de estradas está sendo construído em todo o estado para promover o potencial turístico de vários municípios. Os investimentos estaduais totais em infraestrutura viária de novas ou reconstruídas estradas se aproximam de R$ 1 bilhão, segundo o governo do estado.

Na esteira do grupo português, a Ritz Incorporações anunciou no fim de 2021 a construção de outro complexo turístico em Barra de Santo Antônio, ainda maior. Serão R$ 500 milhões no empreendimento Aldeia das Lontras, na Ilha da Croa, que também receberá uma estrada ligando essa região à Passo de Camaragibe, na direção de Maragogi. O resort do grupo alagoano Ritz é qualificado como de multipropriedade imobiliária, totalizando 184 quartos em uma pousada de alto padrão e outros 768 apartamentos em resort. A comercialização dos imóveis será feita pelo grupo goiano WAM. O local terá ainda beach club, restaurante, spa, condomínio fechado e um santuário ecológico para proteção das lontras que vivem no Rio Santo Antônio. A área total ocupada será de um milhão de metros quadrados.

As primeiras obras iniciadas são a do beach club, com previsão de conclusão também em julho de 2022, quando também começará a construção da pousada (com quartos de 45 metros quadrados). A inauguração do primeiro bloco de apartamentos do resort está prevista para 2023, com unidades de aproximadamente 38 metros quadrados e propriedade compartilhada.

A Ritz já possui dois empreendimentos em Maceió (Lago da Anta e Ritz Suítes) e lançou em 2021 o Condo Hotel Boutique, no município de Barra de São Miguel, todos em Alagoas. A inauguração dos 76 apartamentos (entre 34 e 165 metros quadrados) deverá ocorrer em 2023. As opções de acomodação variam entre lofts, apartamentos de um ou dois quartos, além de coberturas com estruturas de lazer. A Ritz anunciou R$ 45 milhões em investimentos.

Os três grandes hotéis (dois do Ritz e o Vila Galé Alagoas) estão gerando, sozinhos, quase dois mil empregos diretos na fase de construção do empreendimentos turísticos. Além dessas obras, Alagoas registra mais oito hotéis já em construção, acrescentando 3,4 mil novos leitos na atual oferta hoteleira do estado.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen
Carnaval de Olinda | Reprodução
Fachada do Banco do Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }