Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
23 de fevereiro de 2024 11:21

Banco do Nordeste abre linha de crédito para agricultura de baixo carbono

Banco do Nordeste abre linha de crédito para agricultura de baixo carbono

Nova linha de crédito 'Agricultura de Baixo Carbono' promove investimentos em práticas ambientalmente responsáveis

Agricultores familiares e produtores rurais já têm à disposição uma nova oportunidade de captação de recursos no Banco do Nordeste, por meio da recém-lançada linha de crédito ‘Agricultura de Baixo Carbono’. Esta iniciativa visa fomentar investimentos em práticas agrícolas que contribuam significativamente para a redução da emissão de carbono no planeta.

Gado em produção rural de baixa emição de carbono / plano ABC
Foto: Embrapa

A linha de crédito incentiva a utilização dos recursos para a recuperação de pastagens degradadas, sistemas integrados entre lavoura, pecuária e florestas, arranjos agroflorestais, plantio direto na palha e planos de manejo florestal sustentável.

Para acessar o crédito oferecido, é necessário, primeiramente, desenvolver um projeto ou possuir um plano específico de Agricultura de Baixo Carbono. A ABC, integrante do Plano Safra, torna-se, assim, um requisito fundamental para pleitear o financiamento disponibilizado pela nova linha do Banco do Nordeste.

Essa iniciativa utiliza recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), consolidando-se como um instrumento relevante para impulsionar atividades sustentáveis no campo. A linha de crédito abrange investimentos agropecuários destinados à implantação, ampliação e modernização de empreendimentos, destacando o compromisso do Banco do Nordeste com a promoção de práticas agrícolas mais sustentáveis.

Em termos de prazo, a linha de crédito para Agricultura de Baixo Carbono possui, em média, 12 anos para pagamento, com até quatro anos de carência. Essa abordagem busca proporcionar um horizonte temporal adequado para que os beneficiários possam implementar e colher os benefícios das práticas sustentáveis adotadas em seus empreendimentos rurais.

*Com informações da Agência Saiba Mais.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Reprodução
B3 | Reprodução
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }