Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
24 de maio de 2024 22:56

Binance suspende saques de bitcoins em meio a colapso de ativos digitais

Binance suspende saques de bitcoins em meio a colapso de ativos digitais

Criptomoeda caiu quase 20% desde a última sexta, para menos de US$ 24 mil

Por Financial Times

LONDRES E HONG KONG | FINANCIAL TIMES

A Binance interrompeu os saques de bitcoins durante várias horas nesta segunda-feira (13), depois que o credor de criptomoedas Celsius também impediu os clientes de retirar fundos de sua plataforma, citando “condições extremas de mercado”, enquanto os preços dos ativos digitais despencavam.

Bitcoin, ether e outros tokens importantes oscilaram nas últimas semanas, enquanto a inflação aumentava e os principais bancos centrais indicavam que reduzirão fortemente os estímulos econômicos. Mas eles caíram acentuadamente de novo nesta segunda, com sinais crescentes de que a infraestrutura que sustenta o mercado de ativos digitais está rachando sob a pressão. A Binance culpou uma “transação emperrada” por sua suspensão.

O bitcoin, a criptomoeda mais negociada do mundo, caiu quase 20% desde sexta-feira (10), para menos de US$ 24 mil (R$ 122,8 mil), seu nível mais baixo desde dezembro de 2020, segundo dados do site CryptoCompare. Enquanto isso, o valor do mercado de criptomoedas em geral caiu de um pico de US$ 3,2 trilhões em novembro para cerca de US$ 1 trilhão na segunda-feira.

Logo da Binance em frente a gráfico de ações – Dado Ruvic – 28.jun.2021/Reuters

A Celsius é um dos maiores players no mercado de produtos de ativos digitais, oferecendo aos usuários a capacidade de emprestar seus tokens como garantia para outros projetos de criptomoedas. Em troca de emprestar seus tokens, os traders conseguiram obter rendimentos anuais de até 17%.

O sentimento em relação a esses projetos de alto risco esfriou drasticamente depois que os tokens Terra e Luna –que eram a base de outra plataforma de rendimento popular– entraram em colapso em poucos dias no mês passado. O valor dos ativos depositados na plataforma da Celsius encolheu de mais de US$ 24 bilhões no final de dezembro para menos de US$ 12 bilhões em 17 de maio.

O ether, que é considerado um símbolo do sentimento para projetos de ativos digitais que oferecem altos rendimentos aos investidores, caiu quase 30% desde sexta-feira, ficando dois terços mais barato em termos de dólares este ano, negociado a US$ 1.195.

As vendas na segunda-feira também ricochetearam nas ações de empresas focadas em criptomoedas. A MicroStrategy, empresa de tecnologia que investe pesadamente em bitcoin, perdeu um quarto de seu valor no início do pregão em Wall Street, enquanto a exchange de criptomoedas Coinbase, listada na Nasdaq, caiu 16%.

No ano passado, a Celsius levantou US$ 400 milhões em uma rodada de financiamento de ações liderada pela Caisse de Dépôt et Placement du Québec, o segundo maior fundo de pensão do Canadá, e WestCap, fundo criado pelo ex-executivo do Airbnb e Blackstone Laurence Tosi.

Em comunicado, a CDPQ disse estar “acompanhando de perto a situação”.

“Em um ambiente de declínio generalizado do mercado (mercados de ações e títulos –pela primeira vez em 50 anos), os investidores estão reduzindo seu risco em todas as classes de ativos”, afirmou.

“Nesse contexto, a Celsius foi impactada por mercados muito difíceis nas últimas semanas, mais especificamente pelo forte volume de saques por parte dos clientes. A Celsius está tomando medidas proativas para cumprir suas obrigações com os clientes (comunidade Celsius) e honrou sua obrigação com os clientes até agora.”

A WestCap não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre seu investimento. Essa captação de recursos ocorreu mesmo quando os reguladores dos EUA indicaram que estavam examinando o setor. Autoridades estaduais do Texas e de Nova Jersey alegaram que as contas com rendimento da Celsius equivalem a uma oferta de títulos não registrada.

A suspensão da Celsius na segunda-feira também foi uma reviravolta, depois de passar vários dias refutando acusações de que os clientes não conseguiam fazer saques. O executivo-chefe Alex Mashinsky desafiou os críticos no fim de semana a encontrar “uma única pessoa que tenha problemas para sacar”.

A Celsius, que tem escritórios nos Estados Unidos, Reino Unido e Lituânia, disse que o congelamento de resgates foi feito “em benefício de toda a nossa comunidade, a fim de estabilizar a liquidez e as operações enquanto tomamos medidas para preservar e proteger os ativos”.

A moeda do próprio grupo, conhecida pelo ticker CEL, perdeu a metade do valor nas últimas 24 horas, segundo dados do CryptoCompare.

Adam Samson , Eva Szalay , Scott Chipolina , Hudson Lockett e William Langley

 

 

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Imagem do WhatsApp de 2024-05-24 à(s) 10.44
Galvanifertilizantespng
pina - recife
tijolos-ecologicos-
(Foto: Romain Dancre/Unsplash)
img13-1
Praia de Carneiros | Reprodução
WhatsApp Image 2024-05-17 at 14.23
Imagem aérea de bairro de Marechal Deodoro | Foto: Ricardo Ledo
i

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }