Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
21 de fevereiro de 2024 15:59

Companhias aéreas criam 4,2 mil voos extras para férias de julho, com destaque para o Nordeste

Companhias aéreas criam 4,2 mil voos extras para férias de julho, com destaque para o Nordeste

Número de voos deve ser até 17% maior que no ano passado

Um levantamento realizado pelo Ministério do Turismo aponta que o setor aéreo brasileiro deve ofertar mais de 4,2 mil voos extras durante o mês de julho, período que movimenta milhares de turistas pelo país. A região que mais deve receber voos no período é o Nordeste, conhecido por sua extensa costa litorânea e destinos paradisíacos.

Setor está otimista com o período de férias. Crédito: Arquivo MTur

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, destaca a importância deste período para a economia do país. “Com as férias escolares e o clima favorável em grande parte do país, julho atrai uma quantidade significativa de turistas em busca de belas praias, rica cultura, paisagens exuberantes e aventuras emocionantes. Essa demanda aquece a indústria do turismo e impulsiona o crescimento de segmentos como hospedagem, transporte, gastronomia e atividades turísticas”, comemora.

A LATAM Brasil informou que ofertará quase metade dos voos extras no período (1,9 mil), com maiores incrementos para o Nordeste brasileiro. Ao todo, a empresa prevê a realização de 24,5 mil voos, montante 17% superior ao registrado no ano passado. A estimativa é de que 3,6 milhões de passageiros sejam transportados no período. Ainda segundo a empresa aérea, o planejamento da malha aérea foi realizado de forma sustentável para gerar mais conectividade aos brasileiros.

Já a Azul Linhas Aéreas informou um aumento de 1.459 voos no período, com a inclusão de seis novas rotas partindo do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Goiânia com destino a cidades como Salvador (BA), Recife (PE) e Caldas Novas (GO). De acordo com a companhia, a capital pernambucana (hub da companhia) receberá a maioria dos incrementos. “Estamos preparando uma alta temporada focada em cidades turísticas e rotas que levam os clientes de pontos estratégicos até dois dos nossos principais hubs”, pontuaram.

A GOL Linhas Aéreas também disponibilizará voos extras para o mês, um incremento de 880 voos. As regiões Nordeste e Norte terão um crescimento de 19% e 17% nas decolagens. Já o Sul e o Sudeste contarão com alta de 15% e 14% nas decolagens. A empresa também está adicionando 18 novas rotas durante o período e 13 rotas adicionais, sendo 7 para o Nordeste. A expectativa é de crescimento de 10% em operações na malha aérea e 15% em capacidade, em comparação com julho de 2022.

O setor aéreo representa um dos principais meios de transportes para as férias de julho. O período é uma oportunidade para promover e preservar o patrimônio cultural e natural do Brasil, contribuindo para a valorização e conservação das riquezas turísticas. Com eventos, festivais e atividades específicas para essa época do ano, o turismo brasileiro aproveita o mês de julho como uma vitrine para encantar e atrair visitantes, proporcionando experiências inesquecíveis e contribuindo para o desenvolvimento econômico do país.

*Com informações de Aeroin e Ministério do Turismo

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen
Carnaval de Olinda | Reprodução
Fachada do Banco do Nordeste
Ricardo Cavalcante, presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), a frente do logotipo da Federação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }