Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
1 de março de 2024 14:45

Complexo eólico com 80 aerogeradores entra em operação comercial na Bahia

Complexo eólico com 80 aerogeradores entra em operação comercial na Bahia

O projeto recebeu investimentos de R$1,8 bilhão e possui 80 aerogeradores que produzem até 360 MW, o que seria suficiente para abastecer mais de 100 mil residências

A Casa dos Ventos, líder brasileira em energia renovável e protagonista da transição energética, iniciou oficialmente as atividades do Complexo Eólico Babilônia Sul, na Bahia, que alcançou 100% de operação comercial. Com 80 aerogeradores e capacidade de 360 MW, o projeto recebeu investimento de aproximadamente R$1,8 bilhão e agora fornece energia para importantes indústrias, como ADM, Unigel e Valgroup, que têm nas energias renováveis um dos pilares de sua jornada de descarbonização
.

Divulgação

“É uma satisfação finalizarmos mais esta etapa antecipando os cronogramas de entrega de energia renovável e benefícios para nossos parceiros”, comenta Lucas Araripe, diretor-executivo da Casa dos Ventos. “Este é mais um passo em nosso compromisso de apoiar a jornada de descarbonização do setor produtivo no Brasil”. O parque contribuirá para evitar a emissão de cerca de 720 mil toneladas de CO2 anualmente, levando-se em conta a média de emissões mundial do setor elétrico (IRENA), o equivalente ao plantio de aproximadamente 4 milhões de árvores.

Este é o segundo complexo inaugurado pela Casa dos Ventos na Bahia, sendo o primeiro o Complexo Eólico Folha Larga Sul, em Campo Formoso, com 151,2 MW de potência. Além desses dois empreendimentos, a companhia iniciará ainda este ano a construção do Complexo Eólico Babilônia Centro, com 553 MW de capacidade e previsão de entrada em operação comercial em 2025.

Ao longo do processo de implantação, a Casa dos Ventos viabilizou mais de 20 programas socioambientais com destaque para monitoramento de fauna e flora, além de projetos de investimento social privado voltados para as comunidades do entorno como: cursos de capacitação de mão de obra, fortalecimento de agricultura familiar, apicultura, além de melhorias à infraestrutura dos municípios através de pavimentação, construção de praças e reformas em escolas públicas.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Renata dos Santos, Secretária da Fazenda de Alagoas | Reprodução
Obras da Transnordestina | Foto: Agência Senado
agencia do bnb no bairro passaré - fortaleza - ceara
conectarecife
OIP
The landscape of Caatinga in Brazil
2021-04-23-general-salgado-5-1
Reprodução
Reprodução
Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }