Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
23 de fevereiro de 2024 10:59

Empresas brasileiras captaram recorde de R$ 596 bi no mercado de capitais doméstico em 2021, diz Anbima

Empresas brasileiras captaram recorde de R$ 596 bi no mercado de capitais doméstico em 2021, diz Anbima

Volume é 60% superior ao visto em 2020; na renda fixa e instrumentos híbridos as empresas captaram R$ 467,9 bilhões no ano passado
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Por Sérgio Tahuata, SP
Para Valor Econômico – Finanças

O mercado de capitais brasileiro viveu um ano histórico em 2021. Foram captados pelas empresas no país R$ 596 bilhões entre emissões de renda variável, fixa e instrumentos híbridos, volume 60% superior ao visto no ano anterior e maior da série histórica da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

No exterior as companhias captaram mais US$ 24,8 bilhões, resultado 4,7% menor, mas ainda assim muito próximo do obtido em 2020. Com as operações fora do Brasil, as empresas conseguiram recursos no mercado de capitais local e internacional da ordem de R$ 734 bilhões no ano passado.

Segundo a entidade, outros recordes foram batidos no ano passado. Na renda variável, as companhias emitiram R$ 128,1 bilhões, que só não foi maior do que o resultado nominal de 2010, de R$ 150,3 bilhões. No entanto, o número de 11 anos atrás seria bem menor se não fosse a mega capitalização da Petrobras que levantou sozinha R$ 120,3 bilhões naquele ano.
Na renda fixa e instrumentos híbridos, as empresas captaram R$ 467,9 bilhões em 2021.

Trata-se de outro recorde. O mercado de debêntures sozinho atingiu um volume de emissões de R$ 253,4 bilhões, mais que o dobro de 2020.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Reprodução
B3 | Reprodução
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }