Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
15 de junho de 2024 00:16

EXCLUSIVO: Turismo de alto luxo atrai investidores para o Nordeste

EXCLUSIVO: Turismo de alto luxo atrai investidores para o Nordeste

Captação de recursos e vendas de diárias ou pacotes turísticos precisaram de inovação para enfrentar a crise pandêmica

Por Fabíola Lago
Para Investindo Por Aí

A temporada de verão já tem uma taxa de ocupação de 80% nos hoteis e resorts

O Nordeste tem recebido investimentos de peso para o turismo de alto luxo. O otimismo é baseado em números, segundo a Associação Brasileira de Resorts. As reservas para a temporada de verão já têm uma taxa de ocupação de 80%, o que indica patamares pré-pandemia. Para esses indicadores, colabora um conjunto de fatores, segundo a organização, a começar pelo indicador (no fim do mês de dezembro) de 67% da população brasileira já totalmente imunizada. Além disso, os protocolos de segurança sanitária já foram assimilados por turistas e hoteleiros. O dólar em alta, ao lado da insegurança ainda existente para viagens internacionais diante das restrições de muitos países, acaba por impulsionar o turismo doméstico.

“O brasileiro está aprendendo a conhecer seu país, suas belezas naturais únicas. Esse público de alto poder aquisitivo gastava 20 bilhões de dólares no exterior por ano. Agora a tendência é ele consumir aqui”, analisa Manoel Linhares, presidente da ABIH, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Nacional.

Confirmando essa tendência, o Grupo Fasano acaba de inaugurar o Hotel Fasano Trancoso, na Praia de Itapororoca, em Porto Seguro, com um investimento de R$ 150 milhões do grupo sueco Bahia Beach. São 40 bangalôs distribuídos por um terreno de 300 hectares – dos quais 100 são área de preservação ambiental. Segundo Constantino Bittencourt, sócio-diretor do grupo, no caso dos resorts, a estratégia é fincar o guarda-sol nos destinos de férias mais procurados pelo segmento de alto poder aquisitivo. “Dentro desse plano, o empreendimento em Trancoso era o que faltava ao Grupo Fasano”, afirma. A estratégia de expansão dos hotéis Fasano é estar nas principais capitais brasileiras. A expectativa do grupo é que um terço da ocupação das unidades do grupo seja de estrangeiros.

Para Rafael Badin, diretor comercial do Arraial d’Ajuda Eco Resort, também na região de Porto Seguro, a retomada já começou em novembro de 2020 com as primeiras flexibilizações e protocolos sanitários adotados pelo segmento hoteleiro. A empresa já recontratou 300 funcionários desde então. Isso foi possível diante da proibição de voos internacionais e da facilidade de acesso a Porto Seguro, que fica em média a 1h30 de viagem aérea das principais capitais. “Nosso resort tem uma peculiaridade: por estar instalado em uma ponta de praia, os hóspedes têm a sensação de estar em uma bolha, uma experiência de exclusividade”, conta Badin. Para o executivo, existe espaço para todos e a concorrência é favorável à medida que pressiona para a modernização e a qualidade dos serviços.

A região de Baixios, litoral norte da Bahia, é outra bola da vez. Conhecida como Costa dos Coqueiros, com praias paradisíacas, dunas, rios e Mata Atlântica, é uma promessa de vetor de desenvolvimento de turismo. A Prime Empreendimentos, em parceria com o grupo espanhol Acciona, já está em fase de finalização da primeira etapa do empreendimento Ponta de Inhambupe, que integra 81 unidades imobiliárias, um centro comercial de28 lojas e um hotel boutique de 29 quartos. Sua estimativa é a criação de 10 mil empregos na região.

Alagoas

Em Alagoas, o Grupo Amarantes, que possui três resorts no litoral norte, conhecido como Costa dos Corais, com 130 quilômetros realçados pelo verde dos coqueiros e o azul “caribenho” do mar, arrecadou R$ 67 milhões na última Black Friday, em apenas 16h no último dia 26 de novembro.

Responsável pela administração dos resorts Salinas Maragogi, Salinas Maceió e Japaratinga Lounge Resort, o presidente do Grupo Amarantes, Mário Vasconcelos, comemora a venda das 62 mil diárias para final de ano e janeiro de 2022, em tempo recorde. “O estoque se esgotou muito mais rápido do que o esperado; e o foco agora é na expansão da capacidade dos nossos resorts, garantindo o crescimento contínuo da campanha, como nos últimos anos”. Todas as vendas foram feitas diretamente pelo site de cada empreendimento.

As estratégias de captação de recursos e vendas de diárias ou pacotes turísticos também precisaram de inovação para enfrentar a crise pandêmica. Graças a elas, grandes investimentos estão sendo anunciados também nos demais estados do Nordeste, conforme o Investindo por Aí já apurou. Acompanhe no site, nos próximos dias, mais novidades sobre o setor turístico nordestino.

 

Políticas públicas

Segundo o secretário estadual de Turismo da Bahia, Maurício Bacellar, o próprio grupo Fasano também estaria com projeto de instalar mais uma unidade em Baixios, em parceria com um grupo espanhol, onde seria o operador. Empolgado, Bacellar fala do plano Viva Turismo Bahia, criado por um comitê com a participação de outras secretarias, com o objetivo de organizar a retomada do setor após o avanço da vacinação e incrementar o turismo no estado.

Com o aporte de 70 milhões de dólares do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, estão sendo concluídas, já para esse verão, 11 obras náuticas na Bahia de Todos os Santos, formada por 18 municípios e uma grande obra cultural, a restauração do Museu Wanderley Pinho – uma casa grande e engenho à beira mar que data do século XVII, no município de Candeias.

“O turista vai encontrar atracadouros para suas embarcações com toda a infraestrutura, segurança, restaurantes com boa gastronomia e um comércio local qualificado”, divulga o secretário.

O plano Viva Bahia Turismo também envolveu esforços para qualificar mão de obra e estimular microempresários com projetos voltados à inovação, além de capacitar gestores públicos nos 133 municípios turísticos do estado. “O turismo acontece na cidade. O poder público precisa ter estratégias para pensar o turismo local, incluindo vias de acesso e centrais de atendimento ao turista para desenvolver o segmento”, pontua Bacellar.

De olho na tendência do turismo de alto luxo, o secretário também anunciou o lançamento de um edital de licitação para conceder à iniciativa privada a administração do Palácio do Rio Branco, ao lado do Elevador Lacerda, para transformá-lo em um hotel butique.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Cerimônia marcou a grande noite dos vencedores do XII Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora (PSPE). Foto: Erivelton Viana.
Uma tela de computador exibindo um mapa do Brasil, um cacto representando o Nordeste e uma seta com indicadores econômicos em crescimento
Karine_Oliveira_Shark_Tank_Brasil_sony_da4a4753b7
Julio-VasconcelosJVC05434-Aprimorado-NR-scaled_p7420_cover_image_resized
Imagem gerada por inteligência artificial: (várias lojas populares, vendendo milho cozido, com bandeirinhas coloridas penduradas em cordões nas ruas, vários compradores e um grupo com uma pessoa tocando sanfona)
engie-696x428
citer-piaui-hidrogenio-verde-jpg
Captura de tela de 2024-06-06 07-29-18
produtos-importados-2
industriaRN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }