Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
24 de maio de 2024 17:56

Exclusivo: Varejo alagoano impulsiona vendas em janeiro

Exclusivo: Varejo alagoano impulsiona vendas em janeiro

Saiba como o setor busca impulsionar as vendas e as expectativas econômicas para o início de 2024

Foi dada a largada para as liquidações de janeiro, atraindo consumidores em busca de oportunidades para adquirir produtos a preços mais acessíveis. Muitos compradores adiam suas compras de Natal, aproveitando as tradicionais liquidações que marcam o início do ano e os varejistas estão atentos a esse movimento.

Comércio de Maceió | Foto: Fecomércio
Comércio de Maceió | Foto: Fecomércio

No Comércio, lojas de rua e shopping centers já promovem temporadas de descontos, na tentativa de atrair clientes e aquecer as vendas. O tradicional movimento de troca de presentes de fim de ano, ainda deve se estender nas primeiras semanas de 2024, com a chance de fisgar consumidores para novas compras.

A expectativa para o setor, segundo o vice-presidente da Associação Comercial de Maceió, Marcos Tavares, é um aumento de 3% a 5.5% no faturamento em relação ao mesmo período do ano anterior. Muito alavancado pelas liquidações e o aumento do preço médio dos produtos.

Marcos Tavares, vice-presidente da Associação Comercial de Alagoas | Acervo pessoal
Marcos Tavares, vice-presidente da Associação Comercial de Alagoas | Acervo pessoal

“O maior motivador das vendas de janeiro são os descontos e campanhas promocionais. Principalmente quem trabalha com moda. Em relação a outros segmentos, acredito que prazos mais extensos e também facilidades para pagamentos devem atrair o consumidor”, opina Marcos Tavares.

Para o vice-presidente da Aliança Comercial, as liquidações são os grandes impulsionadores e motivadores de vendas nesse período.

O economista Renan Laurentino ressalta que janeiro é conhecido para o varejo e prestadores de serviços como um mês de menor faturamento, então começam a fazer promoções, liquidações, com intuito de manter o ritmo de vendas de dezembro, novembro e outubro do ano de 2023.

“A intenção do Comércio é esgotar e renovar os estoques para 2024, e os preços devem atrair os consumidores”, opina o economista. Porém, Renan Laurentino alerta para que o consumidor seja consciente.

Economista Renan Laurentino | Acervo
Economista Renan Laurentino | Acervo

 “É nesse contexto que a condição de compra consciente deve pairar na cabeça do consumidor, porque, de certo modo, houve gastos nesses três últimos meses do ano, com confraternização, amigo secreto, renovar casa e ajustar um monte de outras coisas. É preciso ter um certo equilíbrio para não se atrapalhar no ano novo. É preciso lembrar que em janeiro chega as contas habituais, como matrícula escolar, fardamento, IPVA e IPTU”, orienta o especialista.

A secretária de Estado da Fazenda, Renata dos Santos, lembra que na alta estação, Alagoas recebe muitos turistas, o que pode alavancar ainda mais as compras nesse período.

“Durante a alta temporada, especialmente em janeiro, a economia de Alagoas ganha impulso significativo, estimulada pela escolha de muitos visitantes que optam por passar suas férias em nosso estado. Esse fluxo turístico não apenas estabelece recordes de visitantes, mas também estimula um aumento notável na atividade econômica, resultando em melhorias tanto na geração de empregos quanto na arrecadação”, disse a secretária ao Investindo por aí. 

O que são as liquidações e como elas funcionam?

Especialistas procurados pelo IPA reforçam que, primeiro, é preciso identificar a diferença entre liquidação e promoção. As promoções são ações específicas para determinados produtos, colocando descontos para aumento das vendas e até mesmo para promover esses itens e a marca.

As liquidações, tradicionais em janeiro, são ações como queima de estoque, que têm o objetivo de vender bem todos os produtos e renovar as linhas. Esses eventos podem acontecer em diferentes momentos, como nas mudanças de estações para o segmento de vestuário.

No entanto, o início de ano é uma época propícia para concretizar estratégias que aumentem as vendas. Por isso, as liquidações são ótimas para alavancar o faturamento em janeiro.

Quais as vantagens das liquidações de início de ano?

Além do bom retorno financeiro, realizar liquidações em janeiro pode ser muito bom para fidelizar mais clientes. É possível chamar a atenção de um público antigo e também atrair novos consumidores, promovendo os produtos nas diversas plataformas disponíveis. Identificar em que os clientes têm mais interesse e facilitar a compra ajudará no faturamento. 

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Imagem do WhatsApp de 2024-05-24 à(s) 10.44
Galvanifertilizantespng
pina - recife
tijolos-ecologicos-
(Foto: Romain Dancre/Unsplash)
img13-1
Praia de Carneiros | Reprodução
WhatsApp Image 2024-05-17 at 14.23
Imagem aérea de bairro de Marechal Deodoro | Foto: Ricardo Ledo
i

2 respostas

  1. É muito importante a estarmos atentos às dicas sobre economia, comércio e serviços pois são situações que impactam muito em nossas vidas. Muito bom os esclarecimentos professor Renan .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }