Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
22 de fevereiro de 2024 22:01

Indústria sergipana apresenta melhora na situação financeira e confiança

Indústria sergipana apresenta melhora na situação financeira e confiança

Conforme CNI, momento é de boas perspectivas para micro e pequenos empresários

Por Grecy Andrade
Para Jornal da Cidade – SE

Conforme levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), houve melhora na situação financeira, na confiança e nas perspectivas dos micros e pequenos empresários. “Para os próximos meses, há uma expectativa de novo aumento desse indicador, em decorrência: do avanço da vacinação no Brasil, que está atingindo faixas etárias que abarcam a população economicamente ativa; do aumento do volume de produção; e da manutenção da criação de empregos no setor industrial”, aponta o relatório técnico do Panorama.

A publicação informa, ainda, que a média do segundo trimestre de 2021 registrou 46,5 pontos nos índices de desempenho, situação financeira, perspectivas e confiança da pequena indústria, resultado que está acima da média do primeiro trimestre de 2021 (43,9 pontos) e do segundo trimestre de 2020 (34,1 pontos, influenciado pela pandemia). Os índices variam de 0 a 100.

O levantamento também mostrou que os indicadores de desempenho não só estão mais elevados ante o trimestre anterior, como também em relação ao mesmo período de anos anteriores. A economista do Núcleo de Informações Econômicas da FIES em Sergipe, Ana Carolina Rebelo, citou que segundo a pesquisa de Sondagem Industrial de julho de 2021, os indicadores de desempenho refletem redução no volume de produção (47,2 pontos) e utilização da capacidade instalada abaixo do usual (34 pontos). Os indicadores variam de 0 a 100 pontos, indicando redução quando registrarem valores abaixo de 50 pontos. “Por outro lado, a pesquisa revela redução dos estoques de produtos finais, com 46,6 pontos, indicando que o mercado está absorvendo esses estoques. Por isso, pode-se esperar melhora nos indicadores de desempenho para os próximos meses, conforme sinalizaram as perspectivas de aumento de demanda por produtos (55,1 pontos) e de compra de matéria-prima (55,8 pontos) para os próximos seis meses dos empresários”, informou.

A economista pontuou ainda que, em agosto deste ano, o Índice de Confiança do Empresário Industrial atingiu 59,4 pontos. Este indicador revela que a confiança do empresário sergipano mostrou-se positiva, como resultado da perspectiva de melhora das condições atuais e do otimismo em relação à economia do país, do Estado e da própria empresa. “Em termos comparativos, a confiança do micro e pequeno empresário sergipano (61,9 pontos) ficou acima da confiança registrada pelo médio e grande empresário (58,9 pontos), resultado de maior otimismo e maior percepção de melhora das condições econômicas por parte daquele grupo de empresários”. Pelos dados do Caged (IBGE) de junho de 2021 (últimos dados divulgados), a indústria de transformação apresentou destaque ao registrar criação de 298 vagas de emprego, das 398 vagas geradas pela indústria em geral nesse período.

Ana Carolina diz que é um momento de maior otimismo e grandes expectativas da economia sergipana, mas que exige prudência e planejamento, pois ainda há muitos desafios a serem superados. Segundo ela, é um momento de intensa reestruturação econômica, com perspectivas bastante positivas para os últimos meses de 2021 e início de 2022. “Afinal, em Sergipe, ainda estamos retomando o ritmo das atividades e, por isso, as melhoras devem ser observadas nos próximos meses. Para a indústria essa recuperação pode levar um tempo maior do que para os setores de comércio e serviços, uma vez que o setor naturalmente possui tempo maior de resposta aos estímulos do mercado, consumindo o que estava em estoque e à medida que os estoques vão reduzindo, aumenta-se a produção para atender à demanda que vem crescendo. Por isso, as atividades ainda não recuperaram o seu ritmo usual, mas o cenário econômico e o otimismo dos empresários permitem-nos esperar melhorias nesse ritmo ainda em 2021”, finalizou Ana Carolina.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

B3 | Reprodução
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen
Carnaval de Olinda | Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }