Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
23 de fevereiro de 2024 13:36

Maranhão é o maior produtor de arroz do Nordeste

Maranhão é o maior produtor de arroz do Nordeste

Brasil é o único país não asiático produtor do grão

Por Redação
Para G1 Maranhão

O Maranhão é o maior produtor de arroz do Nordeste brasileiro. Somente em 2020, o estado exportou 2.054.477 quilos do grão. Um levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostrou que o arroz, junto ao feijão, se constitui no principal alimento do brasileiro.

Ainda segundo dados da Conab, cerca de 95% da população brasileira consome arroz ao menos uma vez por dia, sendo preferido o da classe longo fino, conhecido como “agulhinha”. Por ano, a produção de arroz no Brasil é cerca de 11 milhões de toneladas.

Em média, os principais itens de custo variável da lavoura de arroz, são fertilizantes (23%), agrotóxicos (12%), operações com máquinas (16%) e sementes (6%). A maior parte do arroz produzido no Brasil é irrigado.

Dados do Caderno Setorial do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) mostram que a pandemia da Covid-19 não afetou a produção brasileira de arroz. Em 2020, o consumo do grão aumentou no país devido ao isolamento social e a necessidade de se fazer as refeições em casa, o que restringiu a oferta e levou a um aumento nos preços de março a setembro, só em novembro, entrando em baixa.

Ainda segundo dados do Caderno Setorial Etene, no Nordeste, no ano passado, as exportações aumentaram percentualmente mais que no Brasil, ocasionado pela demanda externa aquecida.

Mesmo com a grande produção, o arroz tem pequeno comércio internacional. O Brasil é o único país não asiático que se destaca na produção do grão, que tem origem por volta do ano 3.000 a.C.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Reprodução
B3 | Reprodução
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }