Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
2 de março de 2024 03:16

Rogério Carvalho alerta que economia de Sergipe está paralisada

Rogério Carvalho alerta que economia de Sergipe está paralisada

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) afirmou que o estado de Sergipe está paralisado e estagnado em decorrência de decisões que provocaram o desemprego e a redução da renda das famílias e da arrecadação.

Por Agência Senado

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) afirmou, em pronunciamento nesta quarta-feira (6), que o estado de Sergipe está paralisado e estagnado, em decorrência de decisões que provocaram o desemprego e a redução da renda das famílias e da arrecadação.

Rogério Carvalho lembrou que Sergipe chegou a ter, no início dos anos 2000, a segunda maior renda per capita do Nordeste, mas agora metade da população vive com menos de R$ 500 ao mês.

Ele citou como exemplos de medidas que levaram a esse cenário a redução das atividades da Petrobras no estado, com a desativação de plataformas, de campos de produção de óleo em terra e o fechamento do terminal de gás. Também a fábrica de fertilizantes hidrogenados foi ‘hibernada’, mas agora está sendo explorada pela iniciativa privada, continuou o senador.

O setor privado também foi impactado pela falta de investimentos, disse Rogério Carvalho, ao lamentar o fechamento de pequenos frigoríficos e laticínios que geravam renda para famílias do campo.

— O meu estado de Sergipe está à beira do colapso econômico e isso se reflete na falta de comida na mesa, na insegurança alimentar, no desemprego, no desespero de milhares de famílias, homens, mulheres e jovens. Nós estamos com aproximadamente 25% da nossa juventude desempregada — lamentou.

Rogério Carvalho acrescentou que a situação não melhorou nem nos festejos juninos, quando o estado recebe muitos visitantes. De acordo com ele, os turistas não preencheram nem 80% da rede hoteleira.

— [Isso} significa que o dinheiro não circulou, significa que as pessoas que se prepararam para a festa não conseguiram a renda necessária para sobreviver 30, 60 dias — disse.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Renata dos Santos, Secretária da Fazenda de Alagoas | Reprodução
Obras da Transnordestina | Foto: Agência Senado
agencia do bnb no bairro passaré - fortaleza - ceara
conectarecife
OIP
The landscape of Caatinga in Brazil
2021-04-23-general-salgado-5-1
Reprodução
Reprodução
Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }