Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
23 de fevereiro de 2024 16:27

Sebrae: PB tem quase 14 mil pequenos negócios abertos no primeiro trimestre

Sebrae: PB tem quase 14 mil pequenos negócios abertos no primeiro trimestre

Entre os estados da região Nordeste, a Paraíba foi o quarto que mais teve a abertura de novos empreendimentos no período, ficando atrás apenas da Bahia (45.706), Ceará (28.721) e Pernambuco (28.213)

O processo de abertura de pequenos negócios na Paraíba somou durante o período do primeiro trimestre de 2023 quase 14 mil empreendimentos em todo o território do estado. É o que aponta o relatório técnico “Abertura de Negócios no Brasil – 1º Trimestre 2023”, divulgado pelo Sebrae. O levantamento completo traz ainda detalhes do contexto econômico da realidade na região do Nordeste e no país.

Foto: Ascom

Foto: Ascom/Sebrae

Conforme os dados, dos 13.734 novos negócios registrados 11.286 são identificados como microempreendedores individuais (MEIs), 2.139 como microempresas (ME) e 309 empresas de pequeno porte (EPP).

Entre os estados da região Nordeste, a Paraíba foi o quarto que mais teve a abertura de novos empreendimentos no período, ficando atrás apenas da Bahia (45.706), Ceará (28.721) e Pernambuco (28.213).

De acordo com o gerente da agência regional do Sebrae/PB em Cajazeiras, Talles Vasconcelos, os números indicados pelo levantamento reforçam a importância dos pequenos negócios para o desenvolvimento da economia.

“As micro e pequenas empresas têm uma função importante em nossa economia, tanto para realidade de estado como também no cenário do Brasil, uma vez que o espaço ocupado por elas reflete diretamente na geração de empregos”, comentou.

Outro ponto indicado pela estatística corresponde aos espaços ocupados pelos MEIs no mercado paraibano, que representam mais de 80% dos registros de abertura de novos empreendimentos.

“Esse crescente número ocorre em razão da facilidade do processo de abertura, alteração da atividade ou até mesmo baixa na categoria do MEI. É uma modalidade simplificada e isso também colabora para esse aumento, porque atrai mais pessoas. Neste sentido, existe ainda o serviço de orientação do Sebrae que trabalha o estímulo da formalização de pessoas que já atuam ou querem ter o próprio negócio no mercado”, concluiu Talles Vasconcelos.

Tendência nacional

A realidade observada na Paraíba segue a mesma tendência do Brasil, uma vez que do total de 1.013.239 novas empresas, os MEIs foram responsáveis pela abertura de 798.826 negócios, o que representa 78,8% dos pequenos negócios.

As MEs aparecem em seguida, com 180.229 novas empresas (17,8%), enquanto as EPPs abriram 34.184 novas empresas (3,4%).

Ainda com relação à realidade nacional, o setor de serviços lidera a estatística de novas empresas abertas no período, com 584.166 novos empreendimentos (57,7%), seguido do comércio com 268.092 (26,5%), indústria 79.920 (7,9%), construção civil 73.440 (7,2%) e agropecuária 7.621 (0,8%).

Metodologia

Os dados que constam no relatório têm como referência informações da base do Cartão de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) da Receita Federal do Brasil (RFB), acessada por meio do convênio entre o SEBRAE Nacional e a RFB.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Reprodução
B3 | Reprodução
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }