Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
22 de fevereiro de 2024 15:00

Teresina cai seis posições em ranking de tecnologia e inovação

Teresina cai seis posições em ranking de tecnologia e inovação

Capital do Piauí ficou em 39º lugar entre 680 cidades do Brasil com mais de 50 mil habitantes
No ranking geral das cidades conectadas, Teresina ficou em 63º lugar

 

Por Robert Pedrosa e Emelly Caroline
Para Piauí Negócios

Teresina é 39ª cidade brasileira com mais tecnologia e inovação do Brasil. Com nota de 4,714, a capital do Piauí caiu seis posições em relação em um ano, e ficou atrás, no Nordeste, das capitais Fortaleza, Recife e Salvador, mas ficou à frente de João Pessoa, Natal e Aracaju. O indicador faz parte do Ranking Connected Smart Cities 2022, que qualifica os municípios mais conectados e inteligentes do país. O estudo é da consultoria especializada em urbanização Urban Systems

No indicador Tecnologia e Inovação, o estudo avalia questões como a porcentagem de moradores com acesso a cobertura 4G, o crescimento de empresas de tecnologia, a existência de incubadoras, o atendimento do cidadão por meio da internet, entre outros aspectos. A posição no ranking demonstra que ainda há muito o que ser melhorado.

No entanto, Teresina vem, aos poucos, desenvolvendo-se no que diz respeito ao incentivo à inovação e tecnologia. Em março deste ano, por exemplo, a capital lançou o SandBox Regulatório, que tem como objetivo alavancar o desenvolvimento de startups (negócios voltados ao ramo da tecnologia). Com o decreto, a prefeitura irá apoiar o sistema de inovação.

Na semana passada, a Prefeitura de Teresina deu o primeiro passo para a criação de uma Lei Municipal de Inovação, ao reunir atores do ecossistema de inovação da cidade para ajudar a elaborar a minuta da nova legislação.

No Ranking Geral das Cidades Conectadas, Teresina também piorou. A cidade saiu a 49ª posição em 2021 para a 63ª em 2022. O estudo realiza uma análise sistemática de diversos setores da cidade, como modalidade, economia, empreendedorismo, governança e meio ambiente.

Os diversos problemas da capital, como o transporte público, falta de planejamento urbano, bem como impasses na educação e saúde impactam diretamente na qualificação de Teresina como uma cidade inteligente.

Capital fica em 98º lugar no indicador Empreendedorismo

O estudo realiza uma análise sistemática de diversos setores da cidade, como modalidade, economia, empreendedorismo, governança e meio ambiente. No ranking geral, Teresina ficou em 63º lugar. A cidade apresentou queda se comparado a 2021, quando ocupou a 49ª posição. Os diversos problemas da capital, como o transporte público, falta de planejamento urbano, bem como impasses na educação e saúde impactam diretamente na qualificação de Teresina como uma cidade inteligente.

No indicador de empreendedorismo, a capital ocupou a 98ª posição, de 100 cidades presentes no ranking. Essa área do estudo verifica o crescimento de empresas de tecnologia e de Microempreendedores Individuais (MEI), bem como o incentivo à Economia Criativa. Em 2021, Teresina estava em 92º lugar, o que representa uma queda de 6 posições no ranking.

Já no setor de economia, a cidade não está presente no ranking. Isso porque, mais de 600 municípios foram analisados e aqueles que não alcançaram nota suficiente para estar entre as 100 cidades mais inteligentes não aparecem na lista. O eixo de economia engloba indicadores relativos à renda da população, crescimento econômico, a sustentabilidade econômica do município, a origem da receita e a proporção do número de empregos disponíveis.

O Ranking

O Ranking Connected Smart Cities, desenvolvido pela Urban Systems, tem como objetivo mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil e, assim, promover o debate entre governos, entidades, empresas e cidadãos, a fim de que as cidades analisadas possam alcançar melhorias e tornarem-se mais inteligentes e conectadas.

Em nível Brasil, as três cidades mais inteligentes do Brasil são Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e São Paulo (SP). Clique aqui para acessar o Ranking.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

B3
Maceió
IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen
Carnaval de Olinda | Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }