Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
21 de fevereiro de 2024 16:06

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina, com queda do minério de ferro

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina, com queda do minério de ferro

Mineradora agora está atrás do Mercado Livre

Por O Globo – Rio

Os preços do minério de ferro em queda livre reduziram em cerca de US$ 40 bilhões o valor de mercado da Vale. Com isso, a mineradora perdeu o título de empresa mais valiosa da América Latina para o Mercado Livre.

Em abril, a companhia superou a marca dos US$ 100 bilhões em valor de mercado, justamente em um cenário de alta da commodity no exterior.

No entanto, com a desvalorização de 32% da ação da Vale em relação à máxima registrada no fim de julho em dólar, a mineradora agora está atrás da gigante de comércio eletrônico argentina atualmente avaliada em US$ 90 bilhões após o forte desempenho do seu negócio fintech no último trimestre.

Segundo a Economatica, após o fechamento do pregão, a Vale tem valor de mercado de US$ 78.694 bilhões.

Na sequência, vem o Wal Mart México, avaliado em US$ 61. 809 bilhões, a Petrobras, com valor de US$ 61.099 bilhões, e a mexicana America Movil, avaliada em US$ 59.283 bilhões.

Apesar da queda, a Vale segue à frente de empresas como os bancos e a Ambev no cenário interno.

Nesta segunda-feira, os papéis ordinários da companhia (VALE3, com direito a voto) caíram 3,30%, negociados a R$ 83,31.

Entre as causas para a redução do valor da commodity estão a situação da gigante imobiliária chinesa Evergrande. Esta semana é decisiva para a empresa, pois ela tem várias dívidas a vencer até quinta-feira, e o temor é de calote. A companhia é a incorporadora mais endividada do mundo, com US$ 300 bilhões em débitos.

As dificuldades da Evergrande podem impor um freio ao setor de construção civil na China e, assim, reduzir a demanda por aço.

E isso influencia negativamente a cotação do minério de ferro, que vem em franca desvalorização nas últimas semanas. A Evergrande é uma das grandes consumidoras de produtos do setor siderúrgico.

O minério com teor de 62% de ferro, principal referência do mercado, fechou o dia em queda de 8,8% no porto chinês de Qingdao, cotado a US$ 92,98 por tonelada.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

IPVA Ceará
Lucas Araripe | Reprodução
sebrae
refinaria
Elétrico da BYD em exibição na Bahia | Reprodução
Paulo Raposo assume a Diretoria de E-Commerce da Carajás Home Center
Pesquisador da Universidade Federal de Viçosa mostra combustíveis produzidos a partir da Macaúba | Foto: Acelen
Carnaval de Olinda | Reprodução
Fachada do Banco do Nordeste
Ricardo Cavalcante, presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), a frente do logotipo da Federação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }