Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
19 de junho de 2024 22:01

BNDES reduz valor mínimo de financiamento para inovação no Norte e Nordeste

BNDES reduz valor mínimo de financiamento para inovação no Norte e Nordeste

Medida visa tornar crédito mais acessível e estimular a inovação nas regiões Norte e Nordeste do Brasil

BNDES Mais Inovação

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a redução do valor mínimo financiável de sua principal linha de crédito voltada à inovação nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. O programa BNDES Mais Inovação, que antes oferecia um valor mínimo de R$ 20 milhões, agora disponibiliza R$ 10 milhões.

A decisão foi divulgada uma semana após a visita de três dias ao Ceará de Aloizio Mercadante, presidente do BNDES, que se reuniu com representantes do setor privado, governo estadual e Banco do Nordeste entre os dias 13 e 15 de maio.

“O objetivo estratégico do governo do presidente Lula é promover o desenvolvimento econômico e social em todo o país e reduzir as desigualdades regionais. Com essa medida, queremos ampliar o acesso ao crédito do Banco para mais empresas das duas regiões e estimular investimentos em pesquisa e desenvolvimento”, afirmou Mercadante em entrevista ao jornal O Povo.

Historicamente, as regiões Norte e Nordeste enfrentam um déficit de desenvolvimento, com uma predominância de fábricas voltadas a setores básicos e de baixa qualificação. Essas áreas necessitam de estímulos para superar as diferenças na indústria e em outros setores produtivos.

A linha de financiamento ajustada pelo BNDES utiliza recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e está dividida em três subprogramas: investimento em inovação, aquisição de bens inovadores e difusão tecnológica. Nessas frentes, o BNDES apoia exclusivamente iniciativas relacionadas à nova Política Industrial ou políticas nacionais ligadas ao meio ambiente, plantas pioneiras, difusão tecnológica, digitalização e parques tecnológicos.

“Uma das missões da Nova Indústria Brasil é fomentar a inovação no país. Portanto, essa iniciativa é um estímulo concreto para viabilizar projetos inovadores fora dos grandes centros”, defendeu José Luís Gordon, diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDES.

Com o avanço das energias renováveis, especialmente o hidrogênio verde, a expectativa é que o Nordeste se beneficie do processo de reindustrialização do país, conforme mencionado por Mercadante durante sua visita ao Ceará. Tanto o BNDES quanto o Banco do Nordeste do Brasil comprometeram-se a acompanhar e incentivar o crescimento dessa nova indústria na região

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

braskem
Aldemir Freire, Diretor de Planejamento do BNB | Reprodução Linkedin
summit-mobilidade
investalagoas1
Cerimônia marcou a grande noite dos vencedores do XII Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora (PSPE). Foto: Erivelton Viana.
Uma tela de computador exibindo um mapa do Brasil, um cacto representando o Nordeste e uma seta com indicadores econômicos em crescimento
Karine_Oliveira_Shark_Tank_Brasil_sony_da4a4753b7
Julio-VasconcelosJVC05434-Aprimorado-NR-scaled_p7420_cover_image_resized
Imagem gerada por inteligência artificial: (várias lojas populares, vendendo milho cozido, com bandeirinhas coloridas penduradas em cordões nas ruas, vários compradores e um grupo com uma pessoa tocando sanfona)
engie-696x428

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }