Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
Jornalismo econômico para a inovação no Nordeste -
24 de maio de 2024 23:39

Nordeste deve crescer acima da média nacional com investimentos bilionários

Nordeste deve crescer acima da média nacional com investimentos bilionários

De acordo com consultoria, região deve ter expansão média de 3,4% ao ano entre 2026 e 2034, impulsionada por projetos em energia renovável, saneamento e infraestrutura
Polo petroquímico de Camaçari-BA e área urbana de Recife-PE | Reprodução Linkedin
Polo petroquímico de Camaçari-BA e área urbana de Recife-PE | Reprodução Linkedin

O Nordeste do Brasil está prestes a entrar em um novo ciclo de crescimento econômico, com projeções de expansão acima da média nacional nos próximos anos. De acordo com um estudo da consultoria Tendências, a região deve ter um crescimento médio de 3,4% ao ano entre 2026 e 2034, enquanto o Brasil como um todo deve crescer 2,5% no mesmo período.Essa perspectiva positiva está baseada em uma série de investimentos públicos e privados previstos para os próximos anos, que somam R$ 750 bilhões. Os principais setores que devem impulsionar esse crescimento são energia renovável, saneamento e infraestrutura.

Energia renovável atrai investimentos bilionários

Um dos principais destaques é o setor de energia renovável, especialmente a energia eólica e solar. Só do setor eólico, há R$ 21 bilhões em parques em construção na região, com capacidade para gerar 3 mil megawatts (MW). Há ainda cerca de R$ 130 bilhões em projetos outorgados (18 mil MW), mas ainda não iniciados.Grandes empresas como a Engie têm investido pesado no Nordeste. A companhia está construindo o Conjunto Eólico Santo Agostinho, no Rio Grande do Norte, com investimentos de R$ 2,3 bilhões, e o Conjunto Eólico Serra do Assuruá, na Bahia, com R$ 6 bilhões.Segundo a presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), Elbia Gannoun, “a cada R$ 1 que se investe em energia você devolve para o PIB R$ 2,9. Há um efeito de cadeia produtiva para todo o País. Olhando para o Nordeste o efeito é ainda mais amplo, pois nos últimos anos o IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios) cresceu 20% com a chegada dos parques eólicos”.

Saneamento e infraestrutura também recebem aportes bilionários

Outro setor que tem ganhado relevância no Nordeste é o de saneamento. Diante da carência dos serviços, como água e esgoto, Estados e municípios da região decidiram apostar na iniciativa privada para melhorar e aumentar o atendimento da população. Os investimentos contratados até 2026 devem somar quase R$ 66 bilhões para um prazo médio de 30 anos, em 842 municípios.Além disso, o novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma das principais apostas do governo federal, destinou R$ 700 bilhões para a região. “Os investimentos públicos em infraestrutura serão um importante impulsionador do Nordeste”, afirma Lucas Assis, economista da consultoria Tendências. “Isso tudo gera um efeito em cadeia para a economia no longo prazo.”

Outros setores também recebem aportes

Além dos setores mencionados, outros também têm recebido investimentos significativos no Nordeste. O setor automotivo, por exemplo, com a Stellantis (dona das marcas Fiat, Peugeot, Citroën, Jeep e Ram) investindo R$ 13 bilhões na expansão de sua fábrica em Goiana, Pernambuco.Segundo os especialistas, se os números se confirmarem, o Nordeste vai voltar a ocupar uma posição de destaque no cenário econômico local, replicando o expressivo crescimento observado no início dos anos 2000. Naquela época, a região chegou a superar o desempenho do Brasil como um todo, beneficiada por uma combinação de fatores como o boom das commodities e políticas públicas de erradicação da pobreza.

Print Friendly, PDF & Email

Gostou desse artigo? compartilhe!

Últimas

Imagem do WhatsApp de 2024-05-24 à(s) 10.44
Galvanifertilizantespng
pina - recife
tijolos-ecologicos-
(Foto: Romain Dancre/Unsplash)
img13-1
Praia de Carneiros | Reprodução
WhatsApp Image 2024-05-17 at 14.23
Imagem aérea de bairro de Marechal Deodoro | Foto: Ricardo Ledo
i

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#pf-content img.pf-large-image.pf-primary-img.flex-width.pf-size-full.mediumImage{ display:none !important; }